top of page

Projeto Locomotiva Verde


O projeto possui como objetivo a curto prazo o plantio de 10.000 mudas de árvores nativas em área degradada visando reflorestamento. Sendo seus objetivos de longo prazo o sequestro de CO2 equivalente a 6.000 toneladas em 20 anos após o plantio.


Cliente:

Alcoa alumínio S/A - Carta de Acordo S/N - 2016.


Executora:

Instituto Vitória Régia

Período:

10/06/2016 à 10/06/2017.

Municipio(s):

Jurutí/PA



Indicadores de Sucesso para Metas de Longo Prazo: Através do monitoramento periódico das árvores garantindo a sua sobrevivência e assegurando o sequestro de carbono para compensar as emissões GEE (Gases de Efeito Estufa) das operações ferroviárias da Alcoa.

Público beneficiário:

Comunidade Nova galileia.

Parcerias:

Alcoa Foundation e American Forests - Global ReLeaf Partnership for Trees.


Matéria da revista alumínio:


Apoiado pela Alcoa Foundation, Projeto Locomotiva Verde compensa emissões de carbono em ferrovia paraense. Impacto causado pelo transporte de bauxita é neutralizado pelo plantio de mudas nativas.


Implementado em 2015, em Juruti, no oeste do Pará, o Projeto Locomotiva Verde, visa a compensar as emissões de CO2 do sistema ferroviário por meio do reflorestamento.

A ação conta com o apoio da Alcoa Foundation em parceria com o American Forest e o Instituto Vitória Régia, além da participação de comunitários.


O impacto causado pela operação da locomotiva que transporta o minério de bauxita da mina da Alcoa Juruti para o porto, em um trajeto de 55 km, é neutralizado pelo plantio de mudas nativas.


Em mais de 7 anos, foram plantadas 40 mil mudas de árvores em 24 ha distribuídos em seis comunidades. Ao longo de 20 anos, as mudas devem compensar 1.600 t de CO2 emitidas pela locomotiva.


A o projeto é executado em três etapas, segundo Kaio Coutinho, coordenador do projeto e supervisor de Operação e Manutenção da Ferrovia da Alcoa Juruti:

Elaboração de um inventário para quantificar o CO2 emitido pela operação da ferrovia;

Definição da quantidade e das espécies que serão plantadas para realizar a compensação;


Escolha das áreas a serem contempladas.


“Estamos dialogando e envolvendo a comunidade. Seja na educação ambiental, falando a respeito do progresso sustentável que a Alcoa tem em parceria com a comunidade, seja por meio do ensino e capacitação técnica para produção de mudas. Com isso, a empresa também atende o desejo da comunidade de recuperar essas áreas com espécies que tenham valor comercial, como frutas e essências. É um projeto que visa à evolução sustentável”, afirma o coordenador.




22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page